Irmãos Piologo encerram Semana Acadêmica
a
TWITTER
b
FACEBOOK
x
INSTAGRAM
r
YOUTUBE

 

Irmãos Piologo encerram Semana Acadêmica

13/11/2017


Irmãos Piologo encerram Semana Acadêmica


A dupla de irmãos, de pose de altas doses do seu humor negro e sádico, fez o encerramento da Semana Acadêmica, nos períodos matutino e noturno.

Depois de uma semana inteira de palestras, minicursos, oficinas e apresentações científicas, os alunos puderam relaxar e soltar boas risadas com a palestra: Mais de 20 anos de internet, que narra a trajetória profissional e apresenta os principais trabalhos desenvolvidos por eles. Por mais cômica que seja, a fala transmite a essência do empreendedorismo, já que os dois precisaram de muita garra e dinamismo para conseguir seu lugar ao sol. Nos bastidores, quando se permitem falar em tom mais sério, eles deram dicas para quem deseja seguir a onda do empreendedorismo e lançar-se no sonho do negócio próprio. “Tem que ter foco! Não adianta só querer mirar no que já existe e está dando dinheiro, tem que gostar do que se faz. Muito melhor investir na área da formação, no conhecimento que se domina ou naquilo que se tem paixão do que seguir tendências” frisou Ricardo. Rodrigo completou: “Aposte no novo, tenha um diferencial e parta para o lado que ainda não esta sendo explorado. Também tenha muita paciência por que o resultado não vem do dia para a noite e não será em um mês que sua vida será resolvida”.

Mas será que dá pra levar a sério os conselhos de quem trabalha brincando? Essa foi outra pergunta que os irmãos responderam e deram mais dicas para os participantes do evento, que são na sua maioria jovens da geração Y e Z e que pela pouca idade podem sofrer com o descrédito dos seus projetos. “Desde o início nós sofremos muito pelo nosso jeito brincalhão e tivemos que provar que éramos capazes de fazer o nosso trabalho. As pessoas têm preconceito e a culpa nem é delas, nós só precisamos mostrar que temos capacidade e melhorar com os nãos que recebermos. Não dá pra ser levado a sério sem um trabalho bem feito, sem ter um embasamento naquilo. Basicamente, para ser levado a sério você precisa ter um trabalho sério, independente da área que seja” ressaltaram.

 

Matutino – Pela manhã, além dos Piologo, houve ainda a palestra: Falsas memórias e sua repercussão no sistema da prova processual penal, que foi conduzida por Gustavo Noronha de Ávila.

Não só para os alunos de Direito, mas para todas as demais turmas, a fala provocou diversas reflexões, entre elas a ideia de como as falsas memórias podem ser ‘plantadas’ no subconsciente humano, interferindo diretamente na coleta de provas testemunhais processuais.

 

Assessoria de Comunicação – FCV


 

 

Compartilhe com seus amigos:

 

Voltar