I Simpósio Carl Schmitt: Grupo de estudo lança livro e Roberto Bueno é destaque em conferência
a
TWITTER
b
FACEBOOK
x
INSTAGRAM
r
YOUTUBE

 

I Simpósio Carl Schmitt: Grupo de estudo lança livro e Roberto Bueno é destaque em conferência

29/09/2017


I Simpósio Carl Schmitt: Grupo de estudo lança livro e Roberto Bueno é destaque em conferência


Debater o problema da democracia e do autoritarismo na Alemanha do início do século XX e o seu impacto para o pensamento jurídico, em especial para a reflexão constitucional é o objetivo principal do Simpósio Carl Schmitt, que acontece pela primeira vez na Faculdade Cidade Verde (FCV).

O evento, que teve início ontem e segue até a noite de hoje, dia 29, foi organizado pelos docentes do curso de Direito e contou com o apoio dos alunos.

O diretor geral da FCV, José Carlos Barbieri, abriu o evento e tomando sua vida como exemplo falou da importância de ter liberdade para discutir pensamentos. “Fiz minha faculdade durante a ditadura, época que não havia a Filosofia na grade curricular, em que fomos ensinados a não pensar e não questionar. Hoje, observando os alunos que participam deste simpósio os percebi viajando em pensamento para vários lugares sempre citando e baseando-se em fontes. Vi como essa liberdade de pensamento contribuiu para a nossa revolução e a importância de trabalhá-la desde a Educação Básica”, ponderou.

Dando início à discussão o professor Caio Henrique Lopes Ramiro fez a composição da mesa e induziu as conferências. A primeira delas foi com Roberto Bueno e teve como tema: Carl Schmitt em tempo de neutralização e despolitização. Na sequencia o professor Tiago Clemente Souza, abordou a defesa de Hans Kelsen contra o absoluto.

Além das conferências, a noite foi marcada pelo lançamento do livro ‘Sonhos e pesadelos da democracia em Weimar: tensões entre Carl Schmitt e Hans Kelsen’, obra escrita pelos próprios alunos da instituição que compõem o Grupo de Estudos Schmittianos (RIES/FCV) com a colaboração de grandes nomes, como: Oswaldo Giacoia Júnior (Unicamp); Petra Gümplova (University of Erfurt – Alemanha) e o próprio Roberto Bueno (UNB).

 

Assessoria de Comunicação – FCV


 

 

Compartilhe com seus amigos:

 

Voltar